CIRCUITO DO ESTORIL OPEN VELOCIDADE

/CIRCUITO DO ESTORIL OPEN VELOCIDADE
CIRCUITO DO ESTORIL OPEN VELOCIDADE2019-04-15T13:49:36+00:00

OPEN DE VELOCIDADE

Open de Velocidade: Batista (Open) e Mora (TCR) repetem vitórias

Com duas corridas agendadas para hoje (uma Sprint e outra Endurance), o Open de Velocidade confirmou a identidade dos principais favoritos à vitória nas duas categorias: “Open” e “TCR”, que terão campeões distintos no final das quatro jornadas do campeonato.

Depois da na primeira corrida de ontem, Nuno Batista (Porsche 997 GT3 Cup) e Francisco Mora (Cupra TCR) terem vencido entre os concorrentes do “Open” e “TCR”, hoje voltaram a associar os seus nomes aos triunfos, assumindo-se, para já, como os mais sérios candidatos aos títulos.

Contudo, as duas corridas de hoje tiveram histórias bastante diferentes. Enquanto no primeiro “round” do novo Open de Portugal, Nuno Batista venceu com toda a convicção, aliando a vitória “absoluta” à da Classe “G3” (mesmo se perdeu o comando momentaneamente ainda na primeira volta), na segunda foi Francisco Mora o primeiro a ver a bandeirada de xadrez, depois de Batista ter recebido uma penalização de “drive through”, aquando a paragem obrigatória a meio da corrida de Endurance. Corridas são corridas e nenhum piloto gosta de perder, mas, contas feitas, tanto Batista como Mora somaram o máximo de pontos possíveis nas três corridas que compuseram a primeira das quatro jornadas que integram o Open, pelo que só podem ter saído do Estoril satisfeitos.

Menos contente terá ficado a dupla Miguel Lobo/Patrick Cunha, que conquistou um terceiro lugar na Corrida 3, mas teve que se contentar com o oitavo posto na Corrida de Sprint de hoje, num fim-de-semana em que se viu condicionada com problemas de caixa e de travões que limitaram um melhor resultado, mas que deram, ainda assim, para triunfar na Classe “G3”.

Mas emoções raramente faltaram em pista, mesmo se o novo Open apenas ainda “afinou” a competitividade para as próximas jornadas que se esperam mais concorridas. Para já, foram pequenos focos de interesse a servir de ignição à nova disciplina da Velocidade.

Um deles acabou por ser vivido na segunda corrida de hoje, onde Daniel Teixeira (SEAT Leon Supercopa Mk 3) não se coibiu de fazer um excelente recuperação (depois de um pião), conquistando ainda o segundo lugar na Categoria “TCR”, ultrapassando a jovem de apenas 16 anos, Gabriela Correia (SEAT Leon Supercopa Mk 3), que logrou, apesar de tudo, terminar em terceiro da categoria e vencer a Classe “T1” no fecho deste primeiro “capítulo” do dia.

Nessa “Corrida 2”, que serviu para lançar algumas das referências em pista hoje, também estiveram em destaque Paulo Martins (VW Golf GTI R35), que triunfou na classe “T2”, Miguel Mota (Honda Civic Type-R EP3), vencedor entre os “T4”, e Manuel Valente (Mazda MX-5), mais eficaz na classe “T5”.

A acumulação de vencedores nas classes prosseguiu, de resto, na Corrida de Endurance, onde pouco mais de 31 minutos ou 17 voltas e algumas incidências foram suficientes para coroar os já referidos Nuno Batista, Francisco Mora e Miguel Lobo/Patrick Cunha com triunfos nos “G2”, “TCR” e “G3”, respetivamente. No mesmo “palco”, Gabriela Correia (“T1”), Paulo Martins (“T2”), Miguel Mota/André Tavares (“T4”) e Manuel Valente/José Fafiães (“T5”) reforçaram o êxito, voltando a carimbar o passaporte do triunfo nas classes onde concorreram.