VILA REAL – CAMPEONATO DE PORTUGAL DE VELOCIDADE – LEGENDS

/VILA REAL – CAMPEONATO DE PORTUGAL DE VELOCIDADE – LEGENDS
VILA REAL – CAMPEONATO DE PORTUGAL DE VELOCIDADE – LEGENDS2019-07-12T09:35:57+00:00

Legends – Corrida 1

Um total de 38 inscritos tornaram a grelha do Campeonato de Portugal de Velocidade Legends na mais extensa do fim de semana em Vila Real. Num pelotão dividido em várias categorias, Luís Barros acabou por impor o poderio do Ford Sierra RS 500 quer nos treinos cronometrados quer na Corrida 1, onde o piloto de Vila Nova de Famalicão dominou as operações.

A corrida teve um período de Safety Car a partir da quarta volta, devido ao óleo espalhado na pista após a quebra do motor do Peugeot 309 de Amável Moreira, com a prova a ser definitivamente interrompida quando estavam cumpridas sete voltas. O jovem Vasco Barros secundou o seu pai no Mercedes 190 DTM da VLB, sendo o mais rápido da categoria Especial. Outro elemento da equipa nortenha, o transmontano Luís Delgado, colocou o BMW M3 E36 no terceiro lugar absoluto e como vencedor da categoria L99. Seguiu-se um grupo de cinco pilotos separados por apenas 2,7s: o local Manuel Fernandes (BMW 320d), Hernâni Conceição (Alfa Romeo 156), Nuno Figueiredo (Volvo 850 T5 Estate), José Meireles (Toyota Carina E) e Jorge Serôdio (BMW 320 IS).

Entre as categorias FEUP, o pódio dos FEUP 3 (Alfa Romeo 156) foi composto por Raul Delgado, Diogo Rocha e Luís Rocha, enquanto nos Fiat Punto 85 Sport dos FEUP 2 o top 3 foi formado por Tiago Montes, Filipe Marques e Duarte Rocha.

 

Legends – Corrida 2

Com uma espetacular grelha de 37 viaturas de diferentes épocas e especificações, o Campeonato de Portugal de Velocidade Legends também deu um colorido especial ao fim de semana de Vila Real. Tal como no sábado, os carros da equipa VLB colocaram-se nas primeiras posições após o arranque, mas Luís Barros, o primeiro líder da corrida, viu o motor do seu Ford Sierra RS500 ceder à passagem da quarta volta. O filho, Vasco Barros, também teve alguns problemas no alternador do seu Mercedes 190 DTM mas conseguiu passar o BMW M3 E36 do seu companheiro de equipa, Luís Delgado, e depois construiu uma vantagem que geriu na fase final. Delgado venceu a categoria L99 e terminou na frente de mais dois BMW, o 320D de Hugo Mestre, vencedor da categoria Livre, e o M3 de António Barros, que acompanhou o piloto de Chaves no pódio dos L99, tal como Nuno Figueiredo (Volvo 850 T5 Estate).

Na categoria L99/T2000, o triunfo ficou para o Alfa Romeo 156 de Hernâni Conceição, seguido pelo Toyota Carina E de José Meireles. Já na categoria Especial, o pódio ficou completo com os BMW 320 de Jorge Serôdio e Tito Gomes. Paulo Teixeira conseguiu triunfar na categoria L90, com o BMW 325i, seguido por Nuno Basílio (Honda Civic) e Marco Basílio (Honda Civic).
Entre os carros ex-troféus FEUP, Luís Rocha venceu a categoria FEUP 3 (Alfa Romeo 156), seguido por Diogo Rocha e Raul Delgado, enquanto Pedro Pinto foi o mais forte nos FEUP 2 (Fiat Punto 85), subindo o pódio acompanhado por Tiago Montes e Tiago Monteiro.